sábado, janeiro 08, 2005

Filmes e séries de culto

Já não há filmes nem sequer séries de culto, daqueles de que se viam como um ritual, que se viram repetidas vezes, e dos quais gerações conhecem frases de cor. Há sucedâneos desse fenómeno, mas associados a nichos de espectadores. E quando comparo o que agora entusiasma mentes ilustres com o que acontecia em tempos idos, sinto-me como a Mariza depois de um concerto, "muito velha... como se tivesse cem anos".

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...