domingo, janeiro 23, 2005

Chocolate e cochonilha



- Qual história! - replicou o grande homem, isso é até uma coisa indispensável no melhor dos mundos; é mesmo nele um ingrediente necessário. Porque se Colombo não tivesse apanhado numa ilha da América a doença terrível que envenena a fonte geradora, que chega mesmo a impedir a geração, e que evidentemente se opõe à grande finalidade da Natureza, nós não teríamos nem o chocolate, nem a cochonilha. (...)

(in "Cândido", Voltaire, Guimarães Editores)

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...