domingo, junho 11, 2006

Wishful thinking

E se Freitas do Amaral tivesse razão e o futebol tivesse mesmo um papel diplomático a desempenhar? Por exemplo, e se o Mundial de Futebol fizesse com que os revoltosos timorenses entregassem as armas e fossem para casa comer caracóis (cof!), beber cerveja e torcer por uma equipa qualquer?

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...