quarta-feira, outubro 20, 2004

Um pequenino Aleph

Hoje, na Gulbenkian, um pequenino Aleph. Com Euclides, Euler, Irene Fonseca, Newton, Einstein, o Eng. Álvaro de Campos, Bertrand Russell, cones e esferas de gelados, espirais, números mágicos, árvores de natal e trabalho de recortes ("pior que a cocaína"), cubos n-dimensionais, um observatório astronómico democrático, equações diferenciais ou "sistemas dinâmicos", Abril, teatro, Quixote.

Ouvi, finalmente, uma razão para que o planeta Vénus tenha o nome que tem. Não sei se gostei...

Obrigada, Professor Paulo Almeida!

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...