quinta-feira, outubro 28, 2004

A moleirinha

Ó que lindos olhos tem
Ai a filha da moleirinha.
Tão mal empregada ela
Andar ao pó da farinha!

Trigueirinha me chamaste
Ai eu de sangue não o sou.
Isto é de andar à farinha
Foi o sol que me crestou!

Trigueirinha me chamaste,
Ai por isso não me zanguei.
Trigueira é a pimenta
E vai à mesa do rei!

(popular)

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...