sábado, fevereiro 12, 2005

Registo

Jerónimo critica estalinismo

"Não copiamos nem temos saudades do modelo." O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, criticou, anteontem, os "desvios" verificados na União Soviética nos tempos da liderança de José Estaline. Em entrevista à TVI, o líder político reconheceu a existência de duas fases da experiência comunista na Rússia, sendo a última de "perda, de adulteração dos objectivos" iniciais da Revolução de Outubro. "Antes da 'Perestroika' já havia sinais de desvio", afirmou depois de questionado sobre o Estalinismo. "Foi a destruição de um processo pioneiro em termos de construção humana", tendo acrescentado que esse projecto foi "derrotado com consequências dramáticas para os povos daqueles países e até para os trabalhadores dos outros países".

(Público de hoje)

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...