sexta-feira, maio 26, 2006

Timor-Leste: umas perguntinhas

1. O que é que as Nações Unidas e os países cooperantes com Timor-Leste fizeram em assessoria jurídica às Falintil-FDTL para que, numa altura de protesto dos militares (legítimo ou não), um abandono dos quartéis durante semanas tivesse como resposta umas palmadinhas nas costas e a decisão de os manter lá fora? Não existe outra penalização para deserções?

2. Por que é que ainda não houve em Timor-Leste eleições autárquicas normais: livres e democráticas? A pressão internacional poderia ter feito a diferença.

3. O que é que os partidos portugueses fizeram para ajudar a capacitar os partidos da oposição timorenses no sentido de os tornar uma alternativa credível à Fretilin?

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...