quarta-feira, maio 03, 2006

Em tempos em que a reforma passa a ser indexada à esperança média de vida

"Esperança média de vida" porquê? Se é para sermos realistas, por que não "esperança individual de vida"? Por que não pedir um relatório de um check up completo ao atribuir um valor para uma pensão? ("Tem sessenta e cinco anos e uma saúde de ferro? Azar! Vai ter de se contentar com uma reforma miserável por mês...") Afinal, não é assim que as seguradoras funcionam? E não é para os seus métodos que se tende?

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...