domingo, dezembro 18, 2005

Limbos

Casar num país onde o divórcio não é possível e onde, para se vincular a certos direitos e deveres civis, é obrigatório jurar amor e fidelidade eterna. Depois, não crendo na eternidade, constatar também que o amor não é eterno.

Como fica o juramento?

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...