sábado, março 11, 2006

Pessoa(s)

Como se materializaria hoje a heteronímia pessoana? Se fosse blogger, escreveria Fernando blogs díspares, com assinaturas de gente que não seria de carne e osso? Faria a ligação entre todos através de profiles comuns, de referências nos blogrolls, ou de uma qualquer outra forma?

Encontra-se, entre os blogs, cérebros do tamanho dos de galinhas, mas também pessoas cultas, witty, com grande verve. Escrever para gavetas abertas ao público, para críticos ao virar de um click, para audiências medidas com rigor... que novas possibilidades trará? Que génios insuspeitos poderão surgir? (E será seguro que não passarão despercebidos?) Que gostos novos poderão desenvolver-se? Que fidelidades de leitores?

Sem comentários:

Malditas praxes

Mais um ano letivo, mais uma temporada de praxes. Com trinta graus, andam com capas de lã e de collants aos berros durante horas e horas, a ...